Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2014

As pessoas e os lugares

Saio com um nó na garganta, esperando pelo momento em que fecho a porta do carro e posso chorar à vontade, sem que alguém tente dizer-me tudo o que já ouvi. Ao fundo milhares de pontos de luz e penso como tudo é ainda mais bonito quando pensamos e assumimos que vemos as coisas pela última vez.
E revejo tudo desde o início e lembro-de de cada palavra, de cada sorriso, de cada incentivo, de cada abraço. As pessoas, sempre as pessoas a surpreenderem-nos em todos o sentidos!
Os lugares são sempre vazios se deles esvaziarmos os afectos das pessoas, as birras, as emoções, os conflitos, os momentos de partilha, as lutas, as conversas, os olhares.
Mesmo que esses lugares encerrem em si toda a beleza do mundo!

LOL

Imagem
Ainda não há muito tempo eu não sabia o que significava LOL. Nem RIP, nem FYI, ou ASAP...e outros que tais.
Por estupidez ou por não acompanhar as tendências.
Os meus sobrinhos sabiam o que todas estas abreviaturas queriam e querem dizer...ou quase todas.
Mas eu teimo em escrever sms´s com todas as letras, sem kappas a substituir os C´s mas já uso o LOL.
E não dói. Não é menos inteligente. Não é infantil. Não é despropositado.
E mais...uso também um LOL aumentado (LOOOL) porque temos esta tendência para fazer crescer tudo em geral.
As emoções também.
E ainda assim é sempre impossível colocar num texto todo o nosso riso, a gargalhada, o olhar, a intenção, o som, o brilho, a estridência. Um pouco mais do que as palavras que, mesmo carregadas de significado, vão ali isoladas de nós. Do que somos, sentimos e transparecemos.


Perspetivas e opções

Nas minhas recentes arrumações encontrei um certificado com as disciplinas concluídas na Universidade de Pádua e respetivas equivalências na FPCEUC.

E devo dizer que há coisas mesmo reveladoras de mim e do quanto quero afastar-me de problemas chatos e procuro temas alegres...

Só isso explica que uma disciplina de Psicologia del Turismo tenha substituído a de Intervenção Psicoterapêutica e Doença crónica.

Gourmet

Papas de aveia com Nesquik. E depois disto dava jeito uma ventoinha!