Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2018

Às mães

À mãe da R., do J., às nossas, às que estão presentes neste dia e às que já partiram.
Às mães de sangue e às mães de coração. Às mais atentas ou àquelas que nem sempre o puderam ser. Às mães modernas e às mães conservadoras. Às mães jovens e às que já são avós. Às mães dos que nasceram sãos e às mães dos filhos especiais. Às mães no presente e àquelas que ainda o vão ser.
A todas as  mães e ao amor delas. Que é infinito, desmedido, cego aos nossos defeitos e não virtudes. 
O amor de uma mãe nunca acaba. Mesmo quando não somos os melhores filhos elas estão lá para arrancar à memória os dias em que éramos indefesos e adormecíamos no seu colo, de mãos pequeninas agarradas ao regaço. As mães, sempre que se desiludem vão buscar essas memórias. Quando se olhavam ao espelho de barriga grande e pesada, do primeiro choro, a primeira papa, os primeiros passos, os primeios sorrisos e as primeiras palavras. As mães resgatam o princípio de tudo, O porquê de quererem ser mães. E o quanto difícil i…