Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2016

A arrumar papéis

Ubatubinha Tapera
Maguariquessaba
Grumixama
Araçatiba
Parnaioca
Lopes Mendes

Nomes de localidades que apontei no pequeno caderno durante a viagem ao Rio. O último é considerada a segunda praia mais bonita do Brasil.

O momento exacto

Imagem
O desta foto.
Ou o momento em que subia a pequena rua onde se começa a ver a escarpa de verde no monte do Bom Jesus com os casarios de hortas, japoneiras e vinhedos.
E aquele vermelho ocre da casa junto à estrada que, por certo, ficaria ainda mais bonito se o sol abrisse as cores.
E as 20:45, o exacto momento em que o sol se põe e o vejo mais vivo entre as nuvens negras que teimam em permanecer.
E o momento em que estoiram os foguetes junto à igreja de Sta. Eulália e calam o altifalante onde já passou fado de Coimbra.
O momento em que eu corro rua abaixo e estala o meu joelho e eu numa dor aguda vou ao chão.



#rio2016 - III

Imagem
As pernas reclamavam movimento depois de tantas horas a voar. O verde das montanhas e os rios estavam cada vez mais perto e eu confirmava assim ser possível sobreviver a um voo de longa distância. O bafo de ar quente na saída do aeroporto era a amostra de um Outono diferente. O trajecto desde o centro da cidade até ao Leblon é feito com a lua bem redonda e vermelha no horizonte prendendo toda a atenção, roubada apenas quando o taxista aponta entusiasmado para o Corcovado. Até estarmos sentados no boteco Jobi é pouco o tempo porque a noite já vai longa e a picanha e a caipirinha reclamam o seu turno. Na rua há a animação suficiente de um Bairro Alto mas com mais música, mais ritmo e mais alegria. E seria assim, nas rodas de Samba do Rio Scenarium, em duas noites sem desculpas para dois pés esquerdos e muita falta de jeito.