Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2010

Baci

"Abbiamo parlato a lungo dell'amore. Ora proviamo ad ascoltarlo, vuoi?"
(anonimo)

Natal

Imagem
(Foto in olhares.com)
Haverá um dia em que tudo pára para celebrar Natal...
Ontem vinha na estrada e imaginava para onde iriam todas aquelas pessoas que passavam com os carros cheios de sacos, embrulhos, couves, caixas de bolos-rei...
Iriam para tão longe quanto eu...
E haverá Natal quando tudo isto não seja uma mera ceia, com mais do que o habitual, uma correria aos presentes...
Haverá Natal quando olhar à minha volta e vir o que sempre pedi no Natal.

Coragem

Imagem
Eu chamo-lhe coragem, muita coragem!!!

Sobre o Natal#2

Imagem
Natal...
Segundo a minha máquina é...escuridão! Eu esforçei-me mas realmente não consegui encontrar nenhuma função na máquina que permitisse ver luz....luz de Natal das bolinhas das árvores, dos fios de luzes a cair em toda a Volta do Duche, da enorme árvore de Natal em frente ao Palácio da Vila, do vermelho vivo das luzes da praça... e de toda bugigangada que os comerciantes costumam colocar por esta altura.








Depois

Depois de ter pago 90 euros por uma consulta no dentista eu devia pensar em poupar ainda mais...mas ou é de mim, ou dos nervos, ou desta ansiedade ou do raio que parta...vou ali ao Shopping ao cinema!

Pensamento do início do dia

A mentira é como a celulite. Pode não se ver mas quando se nota é horrível!

Serviços mínimos?

Greve = Serviços Mínimos

Serviços mínimos? É o que esta gente garante todos os dias...Num país onde se permite que os reclusos bebam e se droguem dentro das prisões sem que nada lhes aconteça...e onde os guardas são reis e senhores destas paródias!

Dá para trabalhar dignamente, por favor? E depois é que poderão falar em regalias...

Pensamento do final do dia...

A minha secretária é um amontodado de livros de todos os tamanhos, mal cheirosos, que guardam papelinhos que alguém esqueceu no seu inteiror há alguns anos atrás, livros gastos pelo uso ou pelo tempo que passam nas estantes da bibliioteca...

E de repente lembro-me do seguinte:
O meu contributo para a ciência é deixar cair migalhas de bolachas no interior destes livros e imortalizá-las no minúsculo espaço que medeia cada página de teorias e mais teorias.

Um dia, uma música

Imagine

*Sobre o "This day in history" aqui do lado...de hoje (08/12/2010)

«Aqueles que falam das alegrias do amor, por certo, nunca amaram. Amar um ser é senti-lo necessário, portanto, sentirmo-nos nós próprios numa incessante precariedade». E naquele beijo a Yoko, «um segredo que se diz na boca e não no ouvido».

Jean Rostand

«Amar é saborear nos braços de um ente querido a porção de céu que Deus depôs na carne».
Victor Hugo




Daqui

Feriado

Hoje é feriado em meio mundo (o católico) e dia da Imaculada Conceição.
E por falar em mácula, descobri que no meu pijama diz: "little miss bad"...bad mas pouco que a minha vontade era de abrir a janela e dizer ao senhor que anda a lavar o eco ponto desde as 7h da manhã, que deve haver algum botão que desligue aquela coisa...será que isto é vingança encomendada dos vizinhos  pelas vezes em que liguei o aspirador em alta potência (quase) pelas mesmas horas?
Ontem jantou-se por aqui e apesar do barulho conheci histórias incríveis...Lisboa estava caótica, em vésperas de feriado, enfeitada de luz, escorregadia pela chuva e pelas bebedeiras que se viam na rua, aos gritos por bandos de adolescentes, empatada pelo trânsito, movimentada por gente e mais gente que não tem pressa de voltar às suas casas...Lisboa tem histórias e eu ainda mal a conheço...Lisboa rende-se às gargalhadas da gente do Norte (que ocupavam meio restaurante)...Lisboa há-de encher-me a retina, com mais calma, d…

Depois do dilúvio

Imagem
(vou começar a colocar as fontes das imagens porque qualquer dia vou presa: in Branca)
E pronto. Fechou-se a barragem, já passei a esfregona em todo o dilúvio e tenho o nariz prestes a cair das peles que o tentam segurar. O estado físico não é o melhor, tenho olheiras até à barriga, tenho um xilofone no lado direito da minha cabeça, não tenho forças nem para mudar a lâmpada que hoje decidiu fundir.
Nos próximos meses tenho de beber uns trezentos litros de água para repôr todos os líquidos que perdi nestes dias.
Quanto ao resto é atinar das ideias, não tomar comprimidos para dormir e deixar-me de merdas...em bom português é isto!

E mais isto!*


*em tempos postei esta música, corria o ano de 2007 (22 de Dezembro de 2007) e começava aí (por essa altura) um (pequeno) grande sonho. Hoje mantém-se com contornos diferentes, muito diferentes...


Entretanto leio as notícias, (que mania esta de comprar o jornal ao domingo de manhã) e vejo que medidas extremas colocaram a malta a trabalhar nos aerop…

Manhã

Prolongo o dia pela noite e hoje os olhos e a cabeça pesam, pesam muito. Tanto quanto os pensamentos, a solidão cada vez maior, o vazio, o desnorte, a ausência de mim....
A verdade é fria como o tempo que está lá fora, tão fria que entra nos ossos e me suga a alma. Uma verdade onde não há lugar a contos de fadas, a pedaços de talvez se, ou de um dia isto e aquilo...
Não há nada disso...é a verdade, na sua nudez, na sua frontalidade altiva, na sua coragem sem limites, na sua determinação feroz.
E se para uns aquilo que se vive ou já se viveu não vale de nada, para mim é uma espécie de elo que não me faz perder ainda mais no poço da escuridão e do vazio.
Não consigo conter as lágrimas, não consigo parar este desassossego, não consigo ver luz em lado nenhum...
Queria apenas tanta coisa...
E devagarinho não tenho nem um pedacinho que seja...

Devagarinho

You Know Who i am

*dedico a quem (sempre) me inspira!

Sobre os inúmeros Hospitais de Lisboa (públicos e privados)

Tomara nunca ter de passar pelos meandros destas instituições....
Tomara que não se percam vidas enquanto grupos de médicos e enfermeiros fumam nas traseiras, em conversas animadas de batas vestidas e estetoscópios ao peito...
Tomara que mudem mentalidades e haja mais brio e simpatia no atendimento ao público, num futuro muito próximo...

Sobre o Natal #1

Por deus que a crise é medonha! Câmaras deste país que não tenham dinheiro para ilmuninações, p.f. não inventem! Já nos bastam as rotundas....agora com iluminações dantescas é que não!

Palavras vs imagens

A inspiração tem sido pouca para escrever mas ando com uma vontade enorme de tirar fotos* e colocá-las aqui...e não passa desta semana!


*sem pretensões de fotógrafa, com uma simples máquina digital, sem n objectivas para diferentes momentos...fotografar por fotografar!