Partir

Tanto se fala de todos aqueles que vão para fora à procura de algo melhor, da oportundidade que o seu próprio país nunca lhe deu...
Esta semana fui a um jantar de despedida de uma amiga que está de partida para o Brasil e ironicamente no final soou um fado como música de fundo.
E no fado, tal como nas despedidas, há um rasgo de melancolia que nos quebra por dentro.

Mensagens populares deste blogue

Do mar de Santa Cruz, com Berlim no pensamento

O senhor Rui

O dia de hoje naquele outro dia