O Rolo de Papel Higiénico

Já o desenrolei várias vezes...sim o rolo de papel Higiénico colorido, preenchido com tantas histórias, parvas ou sérias, mas coloridas de um tempo nunca esquecido.
Deves ter o outro....a outra parte da história, ou se calhar não. Espero que nunca o tenhas utilizado para aquilo que ele serve.
Imagino o que tenhas feito a tantas outras coisas, a outras recordações, a fotografias que tinhas no teu quarto, no teu armário, no coração...fotografias, segredos, histórias.
Os segredos, esses, trocaste-os por outras histórias "baratas" de alguém que conheces menos do que a mim....penso eu.
E nunca vou querer falar, vou fazer de conta que morri...mas tu para mim não morreste...lembro-me de ti cada dia do calendário e sei que nunca irias perceber a minha parte.
Tu deves continuar com a mesma garra, com menos confusões amorosas e mais feliz do que nunca.
E é assim que quero que fiques.

Comentários