Avaliação de Desempenho

Ando há imenso tempo a tentar inspirar-me,a pesquisar nos manuais e a tentar inovar no desenvolvimento e/ou aperfeiçoamento de um modelo de avaliação de desempenho que me permita fazer uma primeira aplicação. Pretendo, acima de tudo determinar se, realmente, é possivel avaliar a diferença do desejado para o obtido. Mas primeiro é necessário objectivar o que realmente é desejado, quais os objectivos que a organização se propõe e depois avaliar. Mas mais complexo do que avaliar processos é avaliar pessoas e, muita vezes, com uma profunda subjectividade diluída nos preciosismos dos diferentes métodos de avaliação.
A avaliação do desempenho é uma ferramenta cada vez mais usada na Gestão de Recursos Humanos, e por estes dias fiquei a saber que até no Vaticano se preparam para validar a medida. Pelos vistos o braço direito do Papa, propôs que o ordenado dos funcionários do Vaticano (cerca de 2600euros) passe a ter em conta factores como dedicação, profissionalismo, produtividade e simpatia (por mim os simpáticos, os verdadeiramente e sinceros simpáticos ganhariam sempre mais). Mas ao que parece a Cúria Romana constituída por bispos, padres, freiras e monges não serão alvo de avaliações, o que é uma pena.
Por cá e depois dos "recados" do Papa ao nosso clero, as estratégias de "produtividade" seriam nesta base...

Comentários