Tomar consciência...

"Tomar consciência de si mesmo é o processo mais importante que acontece na vida de uma pessoa".

Já dizia o Sr. Gordon Allport...
E é, sem dúvida, um enorme desafio, em relação a nós e aos que nos rodeiam.
De facto, é fascinante a aventura de conhecermos as pessoas mesmo sabendo que não podemos mudar aquilo que supostamente não gostamos nelas. E conhecermo-nos a nós próprios ainda mais, tomar consciência das nossa capacidades e limitações.
Estes "delírios" de autoconhecimento surgem porque ainda agora mesmo, quando ligava o computador, e esperava pelo "carregar de definições pessoais" lembrei-me disto.
De como sou, penso, sinto e tendo a agir. Das verdadeiras "definições pessoais", e como seria se me conseguisse ver do lado de fora, como um juiz imparcial.
Mas acho que este update é demorado...
há dimensões conhecidas por nós e pelos outros e há outras ignoradas pelos outros e muito nossas conhecidas...e seguramente as mais interessantes de "abrir", "carregar" ou descobrir são as desconhecidas por nós e pelos outros.
É melhor deixar "running"...

Comentários

  1. Óh linda, não tomes consciência! Toma antes uma mini... ou um chá... ou um ben-u-ron... Ag consciência! Isso é que não!!! Lolol :)

    Bjokas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário