Gosto (s)...dispersos

Amanhã não posso repetir a façanha do Domingo passado...
Tenho que ser moderada nas doses de cloro:)
Mas gosto da piscina, do mar, do rio...Lá vai o tempo em que se fugia da escola para ir para o rio, onde a brincadeira e o perigo seguiam lado a lado... gosto de água quentinha, gosto do verão, da areia nos chinelos, do sal no cabelo...
O chá está quentinho...gosto de chá, de café, gosto de bolachas, de chocolate, de gelado, de iogurte, de fruta, muita fruta...
Gosto de relógios, não gosto do tempo que passa e não volta....gosto de ler, de livros...gosto de histórias, de filmes de drama e comédia, gosto de ouvir música quando conduzo...gosto de andar de comboio, de andar de bicicleta e de caminhar...gostava de correr, agora já não consigo...
Gosto de dormir enroscada e saber que não tenho hora para acordar, gosto de dormir quando chove muito...gosto de ficar sozinha, de sonhar, de pensar em tudo e em nada...

Comentários

  1. E eu gosto de ti, de qualquer maneira e feitio! :)

    Bjokas e boa semana

    ResponderEliminar
  2. sonhador, sonhador,.....já dizia a canção do outro (mas não me lembro quem é o outro), fazes bem sonhar o sonho comanda a vida. Mas tem cuidado é com a àgua que bebes, se fosse só cloro...estás a ficar velha a idade já não perdoa, as artroses, ui, ui. Um beijo grande

    ResponderEliminar
  3. Gostos dispersos


    Gosto de descansar, relaxar, e de dormir
    num dia de chuva, nevoeiro e de vento,
    Gosto do meu espaço, do meu canto…
    de meditar, pensar, observar….. de um momento de recolhimento!
    Gosto de estar sozinho, de ser discreto
    não de estar sempre só, da solidão;
    apenas da tranquilidade, do sossego,
    Gosto do mar …
    do seu cheiro, da sua imensidão,
    Gosto da Serra, de respirar o seu ar,
    Gosto das Serras de Portugal,
    Da Estrela, do Gerês;
    Da Peneda e do Marão;
    Gosto do Rio..
    de um em especial,
    do Neiva….
    do Grilo e do “Minante”
    Gosto da Azenha que era do “Mar Alto”
    O meu Tio Avô a quem eu chamava padrinho,
    Aquele moleiro, (que dizem) era parecido comigo.
    Gosto de projectar um futuro( que eu sei), ainda está distante.
    Gosto de andar, passear, andar bicicleta e andar de barco!
    Gosto de animais,
    De papagaios, e cavalos,
    Cães e gatos,
    De ouvir numa manhã de primavera,
    O canto dos pássaros e dos pardais.
    Gosto de comer, de alimentar o paladar
    Bacalhau á Brás, Arroz de Cabidela, e de marisco
    De café, chocolate, do chã e de licor
    De crepes, de doces e de aletria
    Gosto de aprender, de saber, e de estudar
    Gosto de ser curioso, de querer saber sempre mais.
    Gosto de ouvir um amigo,
    Gosto da minha família,
    Do meu afilhado que se chama Rodrigo,
    Gosto de ajudar, (quem o merece)
    Gosto de humildade, tenacidade, liberdade e respeito,
    De rezar, erguer uma prece
    Gosto de amar e ser amado,
    Gosto da paixão e da ternura
    de estar apaixonado,
    Gosto de guardar um segredo,
    de roubar um beijo!
    Gosto de , historia, sociologia e poesia,
    De ler revistas e jornais
    Da tecnologia ,
    ( que cada vez me surpreende mais)
    Com a toda a sua magia e os seus belos efeitos
    Gosto do meu jeito, tímido, reservado, envergonhado
    Mas também, , aguerrido e atrevido e às vezes corajoso;
    Gosto de aprimorar as minhas qualidades,
    Eliminar os meus defeitos!
    Gosto da minha de aldeia,
    de algumas cidades
    Gosto de desporto,
    Equitação, natação e ciclismo
    Gosto de cantar e dançar
    Gosto de ter dinheiro à custa do meu esforço
    Para fazer o que toda a gente gosta,
    manter o (s) meu (s) gosto (s)

    Gosto de falar com o coração ao pé da boca!!

    Gosto de arte, da Musica….
    clássica, popular, Pop, de todos os estilos
    Gosto da nossa banda de Música
    Gosto do riso, e de fazer rir
    Do risco e da aventura
    Dos meus amigos,
    De todos, mesmo os que não falo tanto e não costumo ver
    Gosto dum sorriso de uma mulher!
    Gosto de passar sempre no sinal verde!,
    (ultimamente tenho passado sempre no amarelo),
    Gosto de flores
    Rosas, orquídeas, amores perfeitos,


    Gosto de passar por este sitio
    Para ver o que escreves!
    Em busca do teu auto-retrato, do teu lado mais belo
    Saber como vives e o quê que sentes!
    E continuo sem saber nada, nada da tua vida,
    Porque andas fora, andas desaparecida
    Mas mesmo assim…
    Gosto de ser teu amigo
    (espero que também gostes de mim)
    Gosto …


    Gosto de ter gosto
    E de ter esta idade!
    Porque tu que eu faço ou medito
    Fica sempre pela metade!


    Duarte Neiva Ferreira


    Covilhã, 21 de Fevereiro de 2008


    Ps: este texto foi escrito de madrugada, numa noite de insónia, depois de passar por um certo blog, repleto de banalidades e muitas coisas acertadas. Estava mergulhado por um turbilhão de sentimentos, gostos e prazeres de toda espécie, que podem conferir um ar confuso a este texto.
    Enquanto isso, lá fora, a lua cheia tomava uma cor alaranjada….. Era um eclipse

    ResponderEliminar

Enviar um comentário