Home...Sweet Home

A haver mudança será a minha 8ª "moradia" e em cada uma é impossível não nos apegarmos ao espaço que ocupamos, aos recantos, às paredes velhas, às alcatifas insuportáveis, às sanitas partidas, aos azulejos demodés, aos quartos minúsculos e aos quartos grandes, ao calor insuportável e ao frio implacável, aos senhorios simpáticos e aos assim e assim, às cozinhas com forno e às cozinhas com electrodomésticos que nunca se abriram...nunca é o nosso espaço apesar de o ser, na realidade, mesmo que seja só para dormir...
Numa visita a um T0, quer dizer a uma arrecadação, não fiquei muito convencida com os 30m2 disponíveis, em que o frigorífico me pareceu maior que a futura cama e só de pensar que acordo e a única coisa que vejo é o frigorífico, é assustador. Para além disso, só de pensar que se me aventurar a fazer um refogado, o cheiro da roupa e daquele minúsculo espaço vai ser esse mesmo durante aproxidamente um mês.
E não fosse eu ter visto o T1 do vizinho do andar de cima eu até poderia duvidar, mas vi e era tão giro, novinho em folha tal como o T0, mas com o dobro do espaço e sem a probabilidade de tropeçar no tapete e entornar a sopa na cama.
Bem...entre casas T0 e T1 a oferta é escassa mas vou continuar a procura até ao dia em que esse maroto do "euromilhões" me permita ter uma casa com quintal.

Comentários