Sarilhos

D. José Policarpo, numa tertúlia:

"Cautela com os amores. Pensem duas vezes em casar com um muçulmano, pensem muito seriamente, é meter-se num monte de sarilhos que nem Alá sabe onde acabam."


Reformulo esta afirmação porque o D.Policarpo não percebe nada de amores....

Cautela com os desamores. Nem vale a pena pensar em casar, seja ele muçulmano ou budista...o casamento pode ser um tal monte de sarilhos que no primeiro instante queremos mandar o marido embora. O Alá não precisa de saber nada, ou ele percebe da nova lei do divórcio?

Mensagens populares deste blogue

O senhor Rui

O dia de hoje naquele outro dia

2017