O (fim) próximo...

Cada vez que abro esta página pergunto o porquê de a manter, de a compor com pequenos nadas...
Percebo que venho cá, não porque esteja determinada a escrever alguma coisa que valha dois minutos do tempo de algum anónimo, de um amigo ou de um simples conhecido...
Venho porque tenho os "outros" alojados aqui...os "outros" que tal como eu não escrevem...quase todos...
Também vou perdendo aquilo que nunca tive... uma escrita coerente, com palavras que sorvam inteligência, sentido, humor, conteúdo, sensações, emoções...
Não posso fazer críticas económicas, sociais e políticas porque sou muito "pequenina" para o fazer, não estou informada o suficiente para saber mais do que "vivemos em crise" e o " Sá Leão roda novo filme pornográfico"...
Não tenho argumentos cultos sobre cinema, porque a última vez que fui ao cinema foi "à pato", com bilhetes pagos pelo "banco", de maneira que tive a capacidade de estoirar os bilhetes em filmes que não lembram a ninguém...Talvez fosse melhor ir ver um qualquer jornal bem cotado e ver "as estrelinhas de cada filme" e escolher com base nisso...argumento? realização? ou gosto da história e dos actores ou não gosto...que posso mais articular sobre o assunto?
Música e literatura esta fora de questão...não resultariam em mais do que dois parágrafos... e duvidosos.
Pintura então nem se fala...
Mas então escrevo sobre o quê? Banalidades...pois só se for de um (fim) próximo.

Comentários