Houve um tempo...

Houve um tempo em que mesmo que me pedissem para escrever sobre meteoritos ou sobre Decartes ou sobre as políticas sociais da Conchinchina eu era capaz de o fazer com um discurso fluente, coerente e tão arrumadinho que iria parecer que sabia imenso sobre o assunto.
Hoje tive que escrever sobre matérias que estudei horas a fio e nada.
E estava em branco. E com um nervoso centrado no que eu era capaz e naquilo que faço agora...e perguntei a mim mesma o que faço com a informação que li e da qual já não sobra ponto sobre ponto.
Ficar a olhar para uma folha de papel em branco e perguntar: como é que me safo nisto?
Houve tempos em que divagaria sobre os assuntos e seria ojectiva ao ponto de escrever tudinho...
Hoje foi muito mau!

Comentários

  1. a angústia da página em branco... melhores páginas virão... beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário