Outra vez...

Insónias...
Daquelas em que não conseguimos dormir, mas também não conseguimos trabalhar...
Pensamos em tudo e muito raramente em alguma coisa útil...
Falo por mim...
Se fosse a debitar agora mesmo todos os pensamentos e sensações seria um chorrilho de coisas que qualquer pessoa normal que o lesse não teria dúvidas de me apelidar doente...
Não vos condeno...
Nem aos que me fazem pensar estas coisas...
Porque para tudo há uma razão...

Mensagens populares deste blogue

Do mar de Santa Cruz, com Berlim no pensamento

O senhor Rui

O dia de hoje naquele outro dia