Da janela

Está um temporal lá fora. Dia cinzento, muito vento e chuva. E apenas isto atrasa a minha saída.
Procurava aqui o "alívio rápido e eficaz da dor" e alguma energia para começar o dia mas as novidades foram poucas ou nenhumas.
Vejo os pombos no cimo do espigueiro e há um manto de névoa a cobrir o cimo da encosta do monte.
É o que se vê da janela e da minha preguiça de espreitar lá fora.
Acho que dormia o dia inteiro só para não sentir as horas a passar e as dores de dentes que fizeram da minha noite um verdadeiro serão.

Comentários