A cozer

A massa está a cozer, com cheirinho a óregãos.
Em boa verdade o que me apetecia agora era peixinho grelhado com rodelas de limão, saladinha e uma cerveja fresquinha, o cheirinho a mar por perto e o olhar de uma vida. Talvez me tenha feito mal a ida à eplanada e à praia. Às vezes o que vemos á nossa volta são "alfinetes" na nossa existência.
De resto gostei de conhecer mais um cantinho deste Portugal. Foz do Lizandro. A 30 minutos de Sintra, bem pertinho da Ericeira e no concelho de Mafra. Uma estrada de acesso muito boa (N9) que depressa nos leva por aldeias, com casas em tons de amarelo e ainda algumas casas caiadas. Estamos, pois, e como dizem os Lisboetas na zona saloia, a caminho de Mafra.
Já na praia, há três barzinhos onde escolho o mais sossegado para ler um pouco. Comem-se caracóis na mesa ao lado. Bebo um café e fico ali a olhar os surfistas que vêem e vão, a criançada nas águas paradas do rio e o nadador salvador empoleirado no alto do ponto de vigia.
Na volta venho atenta aos lugares: Cheleiros, Santa Susana, Carne Assada, Terrugem. Sempre com o Palácio da Pena de frente, altaneiro, no pico da Serra de Sintra.
E agora a massa...

Comentários