A noite



A noite embrulha prospectos de vida e, por vezes, devolve-nos o oco enfeitado com estrelas, e as idas aos locais onde vemos pessoas, livros, discos e onde rodopiamos a enganar o tempo, a nossa consciência, a própria vontade.

A noite e cada noite vai depositando certeza num lumiar de enganos, de choro que seca nos murais da aparência, do razoável, do que é sem o ser…

Mensagens populares deste blogue

Do mar de Santa Cruz, com Berlim no pensamento

O senhor Rui

O dia de hoje naquele outro dia