Nos próximos dias

Não consigo dormir. Vagueio, vejo fotos, como as pessoas mudam, como deixamos de saber quem são.
Ponho-me a chorar. Já nem sei pelo que choro. É desesperante ver as horas passar no vazio da noite, das ideias, dos momentos, das palavras. Sem dormir.
Nos próximos dias quero fazer mil e uma coisas e não fazer nada. Quero olhar para o dia e para a noite. Esquecer todo o trabalho que está por fazer, a pressão que me imponho e que os outros me ditam, quero voar para longe, quero fotografar, quero ouvir, queria falar também, ser ouvida, estar no silêncio que me acompanha.
Quero viajar. Quero ir ao dentista, quero ler, estudar e dormir. Quero não ter medo, nem ansiedade, quero o sereno do vento frio, quero descansar.

Comentários