Sol e vento

A minha máquina fotográfica não funciona. Pensei que fosse da bateria mas não. Apagou-se. Deve ter-se chateado comigo por não lhe dar importância.
Hoje gostava de ter fotografado o mar, os carneirinhos brancos de tanto vento que estava, a avioneta a fazer rasias ao farol e piruetas no ar, as crianças a gargalhar à minha volta, o pescador solitário, as primeiras pessoas na praia...
Hoje dividi o dia entre os patins, a leitura e a esplanada... e apanhei o primeiro escaldão do ano: é oficial, tenho um vermelhão com uma figura geométrica estranha.

Comentários