Para sempre...


(Mar, Figueira da Foz, Dezembro de 2009)

"(...) tudo naquela história começou a ter sabor a despedida e (...) tive a impressão de qualquer coisa dentro de mim, qualquer coisa que ainda hoje não sei muito bem o que era, mas de que sinto falta dia a dia, ficou ali para sempre (...)"
Carlos Ruiz Zafón)

Comentários