Porque às vezes...



Porque às vezes estamos na fronteira, porque nos sentimos estrangeiros na própria vida, na pele que vestimos, porque às vezes não há lugar que seja mesmo o nosso sítio...

Comentários