Às vezes

Às vezes não nos reconheço, não somos mais aqueles que parávamos o tempo, tu falando da tua vida e eu ouvindo. Falavas da tua vida e eu fidelizava possibilidades na minha cabeça, alimentava cada dia com uma esperança desmedida que hoje procuro desesperadamente e não encontro, para a nossa vida. Éramos intocáveis, uma espécie de oásis no meio do que é comum, do que já tínhamos, nós próprios, vivido. E depois, chegamos ao ponto de inverter a história, de seguir caminhos diferentes mesmo sabendo que vivemos com algo dentro de nós que faz parte do outro.

Comentários