Procuro

Procuro respostas para tudo o que vai acontecendo. Como ultrapassar as dores do coração, como pensar em tudo de forma positiva, arrumar ideias ou varrer a memória? Podemos viver sem coração, sem nos apaixonarmos para sofrermos depois, sem termos de viver sem uma parte de nós que continua cá dentro... Como gostaria de encontrar a calma que procuro, a serenidade, a capacidade de viver sem bloqueios, sem um amor perdido, sem esta sensação de que tudo ruiu à minha volta. Quando poderei finalmente estar bem comigo, com a vida, com a existência? Os dias passam, continuo a pensar-te, a amar-te, a desejar que percorresses um caminho que para mim era o lógico. Mas nada disso acontece. Há um afastamento cada vez maior. Fecho-me cada vez mais num mundo que não tem cor, não tem sorriso, não tem luz. P

Comentários