Momentos

Há momentos em que vejo e revejo os programas de voluntariado na Argentina... Em que penso no que poderia fazer para mudar... Em que penso que tenho de deixar de pensar que estou à parte de muitas coisas, de muito que também me diz muito. Não é o silêncio da mãe, as horas de trabalho, o cansaço mental, a vida feita de um rotina estúpida e parva que me tolhe dia após dia... Não é nada disso... É o que sinto e o que levo cá dentro... É este pêndulo...é o pânico e a ansiedade de viver cada dia a adiar cada segundo de vida, de amor, de ternura, de um abraço único, de sorrisos, de algo que às vezes penso que tenho mas no dia seguinte já não é tanto assim.

Comentários