Lá fora

A chuva não pára. Ó único som que rasga o silêncio, este, o outro o que permanece.
Porque todas as palavras parece que são absorvidas por mantos de dúvidas e de distância. E perdem o sentido quando deixamos de acreditar.

Comentários