Dança, padarias e mais houvesse

Voltou a dança. É apenas uma hora durante toda a semana mas naqueles momentos não penso em mais nada senão tentar atinar com o ritmo. Como se diz lá para o Norte, eu "não vejo um boi daquilo" mas faz-me tão bem! E por mais que falhe, que me engane, que não tenha jeito estão lá todos aqueles que me dizem apenas: "diverte-te"! E é isso que tento fazer...
Hoje, minutos antes de entrar para a aula deu-me a fome e entrei numa daquelas padarias modernas. Pouco me importa se é moderna, se tem nome chique e conceito francês, se não tem a farinha pelo chão e o cheiro a pão quente das nossas padarias de aldeia, que não tenha esse sentido saloio e típico...a mim pouco me importa porque têm aquilo que mais gosto: pão! E pode ser duro, queimado, com sementes, com mais ou menos ou assim mesmo, somente uma carcaça. Adoro pão e hoje fiz a bela proeza de comer um pão com passas. No dia em que me portar bem com a minha promessa de dieta haverá direito a...
broa de milho!

Comentários