O melhor

E ontem, a par do reconhecimento da mestria, do trabalho, do esforço, do talento, da inspiração, um homem chorou. Sim, os vencedores quase sempre choram.
Eu continuo a querer as minhas sobrancelhas tão perfeitas como as dele.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Memórias do Sr. Joaquim

Crusoé, revisitado

janela #17