Quase perfeito





Quase perfeito. Tempo para descansar, para ler, para tentar mexer as pernas, para ver o mar ali tão perto. Apenas essa ausência e o vazio que ainda se impõe quando vejo o afeto na rua e a cumplicidade. Mas o que seria de nós sem esse autocontrolo que nos coloca um nadinha mais frios mas protegidos? Não há perfeição mas muitas vezes fico contente com a sua imitação.

Comentários