Os astros

Ontem, enquanto os astros se alinhavam nos céus, eles gritavam no espaço exterior comum aos apartamentos.
Ela chorava. Ele, chamava por ela mas sem sair da porta de entrada do prédio. Só por isso parecia que havia pouca vontade que voltasse.
Eu não percebi uma palavra da discussão. Mas via os astros da janela.
Se em algum momento eles percebessem o que se passava nos céus talvez as coisas se invertessem. Ou não. Porque há detalhes que perdem o interesse.

Mensagens populares deste blogue

Do mar de Santa Cruz, com Berlim no pensamento

O senhor Rui

O dia de hoje naquele outro dia