Caniçada parte II

Vi-te num dia de Inverno, desde a pousada de S. Bento, escondida num manto de nevoeiro e chuva morrinhenta. Era um domingo de inverno e eu desejei que fosse verão para te voltar a ver e saber de que cores pintarias este coração do Minho.

Não chega uma vista só ou um retrato para abarcar toda a beleza do verde da serra e da albufeira onde o Rio Cávado parece querer prolongar a sua passagem.
Não chegam três dias ou uma semana para lá ir porque é um lugar que vai ser cobrar um regresso.







Comentários